Google+ Followers

o som de fora

Começou


Terminou


 

o som de fora autor: Alex Biondo

Ando por aí sem rumo
Por causa de todos
Por causa de mim
Bravo sem fim


E o mar aberto

Eu dou um novo passo
Uma melodia doce
Um gosto salgado trágico

A onda fria me esquenta
Molha meus pés
Seca o meu coração
Esse calor é de um café que esfriou

Mas me acordou
Para ver tudo de novo
Eu precisando de ajuda
Mas não pedindo socorro

Logo me resolvo meditando
Em minha história
Assim entendo que o som de dentro
É mais alto do que o som de fora